Workshop de Tuishou no SESC Osasco – Agosto 2018

Muito feliz de ter realizado o Workshop de Tuishou (empurrar com as mãos) na Semana de Lutas do SESC Osasco!
Fico grato à equipe do SESC Osasco pela recepção, especialmente a Viviane Andreossi Prenholato e Mauro Miyasaki. Foi um prazer poder compartilhar estes momentos com vocês!

 

Entrevista do Prof. Castro Júnior para Revista Tai Chi Brasil Edição 30

“A China é a fonte do Tai Chi Chuan, entender a cultura e o pensamento in loco é uma possibilidade única.”
Castro Junior

“A prática verdadeira do Tai Chi Chuan nos ajuda a entender melhor o mundo, a vida, nosso corpo, nossa energia, o ir e vir que a tudo permeia. Assim como aprendemos a movimentar o corpo, aprendemos a nos movimentar na vida. O Tai Chi Chuan, com a filosofia e a cultura que o permeia, nos traz a possibilidade de enxergar o mundo por uma
outra ótica.”

 

O que o Tai Chi representa para você?
– O Tai Chi Chuan é uma, dentre as inúmeras possibilidades existentes de treinamento do potencial humano. Não sei se encontrei o Tai Chi Chuan ou o Tai Chi Chuan me encontrou, na verdade nos encontramos. E isto fez e faz muito sentido no meu Continue a ler

História da Língua Chinesa II – As escritas nos objetos de metal

Extraído do Informativo Trimestral do EQUILIBRIUS – nº 8
Publicado originalmente em:
http://www.taichichuan.com.br/informativo_taichichuan.php

A partir dos Jiaguwen ( – escrita em ossos e carapaças de tartaruga), com o desenvolvimento de uma tecnologia distinta, uma técnica apurada e com alto grau de dificuldade e complexidade, desenvolveram-se os caracteres encontrados nos objetos de bronze. Eis o porque do nome Jinwen, que significa “escrita em objeto de metal”.

Os resquícios arqueológicos mostram vasos cerimoniais com um maior número de inscrições, comumente descrevendo eventos políticos e militares, porém este tipo de inscrição não é encontrada somente em objetos metálicos, mas também em instrumentos musicais, moedas, carimbos e outros recipientes.

No início, os Jinwen foram encontrados principalmente em objetos cerimoniais na Dinastia Shang (1751 a 1066
a.C.), mas são mais representativos durante a Dinastia Zhou do Leste (1066 a 771 a.C.). A Dinastia Shang é um período extremamente importante no desenvolvimento da civilização chinesa. De forma concisa, Chung (2005, pg. 47) explora os três fatores mais importantes para entendê-la: Continue a ler

Tai Chi Chuan para a Paz, Por quê?

Publicado originalmente em http://www.aartedenutriravida.com/p/tai-chi-chuan-para-paz-por-que-na.html

Na semana passada fizemos uma intervenção bem interessante na Rua Augusta. Para quem não conhece ou nunca ouviu falar, esta é uma Rua famosa em São Paulo. Até já teve seu nome letra de música. Tom Zé, revolucionário da música brasileira cantou: “Augusta, graças a deus, graças a deus, entre você e a Angélica, eu encontrei a Consolação, que veio olhar por mim, e me deu a mão…”  Lá, lá, lá, lá…

Hoje esta rua, mais especificamente entre a Caio Prado e a Marques de Paranaguá, é o foco de um movimento em prol a construção de um Parque, o Parque Augusta. Neste local existe um terreno enorme, Continue a ler

História da Língua Chinesa, pelo Prof. Castro Júnior

O Informativo Trimestral do EQUILIBRIUS trouxe vários textos do Prof. Castro Júnior, ensinamentos sobre a língua, história e a cultura chinesa.

No informativo nº 8, na coluna “Cultura, História e Língua Chinesa” você encontra o artigo “História da Língua Chinesa I – Carapaças de Tartarugas”. Ele conta como e onde foram grafadas as primeiras representações da língua chinesa. Faça o download do Informativo aqui: Continue a ler

História da Língua Chinesa I – Carapaças de Tartarugas

Extraído do Informativo Trimestral do EQUILIBRIUS – nº 8
Publicado originalmente em:
http://www.taichichuan.com.br/informativo_taichichuan.php

Você já pensou em escrever em uma carapaça de tartaruga ou em ossos de animais?

Uma pergunta como esta pode parecer muito estranha em nosso contexto atual, mas há mais de 4000 anos, foi assim que começou a representação escrita da “língua chinesa”.

Entre aspas, porque naquele momento ainda não era assim chamada; nem mesmo o país conhecido como China existia formalmente como o entendemos hoje.  Historicamente falando, os registros arqueológicos mais antigos de uma escrita chinesa sistematizada remontam ao período da Dinastia Shang (1751 a 1066 a.C.) e são conhecidos
como Jiaguwen.

Jia significa concha – neste caso referindo-se à carapaça da tartaruga; Gu significa osso, e Wen se refere à escrita. Mas, sabe-se que a escrita chinesa sistematizada já existia desde Continue a ler

Palestra: OS BENEFÍCIOS DO TAICHICHUAN – Prof. Castro Junior

Local: Espaço de Convivência do Idoso, ligado ao Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo.

Participação especial dos alunos do último ano de enfermagem da UNINOVE com prof. Rodrigo Serva.

Agradecimento especial à Profa. Raffaella Pezzilli pelo convite.

Obrigado a todos pela acolhida!

Os Cinco Caracteres Secretos do Tai Chi Chuan

Trecho extraído do livro:  “TAI CHI CHUAN – Saúde e Equilíbrio” – 3ª edição, 2017
Publicado originalmente em:
www.segredodosmestres.com.br/single-post/2018/06/11/Os-Cinco-Caracteres-Secretos-do-Tai-Chi-Chuan

(…) Os Cinco Caracteres Secretos

Os Cinco Caracteres Secretos do Tai Chi Chuan foram elaborados por Li Yi Yu (李亦畬, 1832-1892), sobrinho e melhor estudante de Wu Yu Xiang (武禹襄, 1813-1880), criador do estilo Wu/Hao de Tai Chi Chuan. O Mestre Li Yi Yu foi professor de Hao Wei Zhen (郝为真, 1849-1920) que ensinou o Tai Chi Chuan para Sun Lutang (孫祿堂 , 1861-1933), criador do estilo Sun de Tai Chi Chuan.

Os Cinco Caracteres Secretos mostram como o desenvolvimento interior pode ser alcançado no Tai Chi Chuan. É importante compreendermos o que eles significam, para obtermos resultados melhores e mais eficientes na prática do Tai Chi Chuan.

1 – Calma: nossa mente deve estar sempre calma, para que possamos controlar todos os movimentos com consciência, mantendo a postura correta. Sem a calma do espírito, não há concentração e a execução do menor movimento para qualquer direção Continue a ler

Seminário de Tai Chi Chi Chuan da mestra Fang Hong no Brasil, São Paulo.

Aula na USP Leste EACH – Maio 2018

Aula na USP Leste – EACH para a turma do 2o ano da graduação em Educação Física e Saúde.

Agradecimento especial pelo convite do Prof. Dr. Marco Bettine e presença dos amigos do grupo de estudo em Pesquisas Interdisciplinares em Humanidades.

Aula 17 de maio: Concepção de Corpo nas práticas corporais chinesas. Prof. Castro Junior

Aula 24 de Maio: A história das artes corporais chinesas e o Tai Chi Chuan da Família Yang. Profa. Paula Faro