Song Kai “O Paradigma Tai Chi”

Traduzido para o português por Fernando De Lazzari – http://www.taichichuan.com.br/news4.htm

Mestre Cheng Man Ching fazendo a postura Snake Creeps Down de Style Tai Chi Chuan do estilo Yang

Considere esta definição de Tai Chi: a expressão equilibrada dinamicamente das energias opostas. O familiar símbolo Yin-Yang é uma representação gráfica deste conceito essencial. As teorias do Tai Chi Chuan são complexas e às vezes difíceis para entender, mas se nós podemos manter este modelo claramente na mente ele se tornará mais fácil para integrar prática e princípio.
Este artigo examinará duas técnicas principais do Estilo Yang do Tai Chi Chuan, Fang Song, a ação de soltar e afundar e Fang Kai, a ação de abrir e estender. Num primeiro momento estes importantes elementos da prática parecem contraditórios. Como pode alguém relaxar o corpo e ao mesmo tempo alongar as posturas ? Se a pessoa está muito relaxada as posturas terão ausência de energia e se a pessoa está muito alongada a forma se tornará dura e desconectada.
Resolver estas contradições através da integração das forças opostas é a atividade essencial que faz do Tai Chi Chuan um sistema único de auto-enriquecimento e auto-descobrimento. Através da concentração no balanço e na combinação de Fang Song e Fang Kai nós podemos alcançar o relaxamento com energia e as posturas expandidas e conectadas, que caracteriza o Estilo Yang Tradicional da Família Yang de Tai Chi Chuan.

Fang Song

Professor Cheng Man Ching uma vez comentou: “Todo dia Mestre Yang Chengfu instruía-me dizendo, “Song, Song !”, ou às vezes ele dizia, “Você não está Song; você não está Song !”. Enfatizando o ponto dele mais fortemente ele dizia, “Você deve ser completamente Song”. Ele não deixou de repetir isto milhares de vezes”. A importância do Song é bem documentada e ainda permanece um conceito difícil para traduzir dentro do Inglês e Português. “Na língua inglesa e portuguesa não existe equivalente para o caracter chinês “Song”, que significa relaxado e não usar a força bruta, e mais importante, estender e soltar todos os músculos, juntas e articulações do corpo.”
Se contarmos com a palavra relaxar para interpretar Song, importantes elementos da técnica são deixados de fora. “Song é normalmente traduzido como “relaxar”, mas em Inglês o significado de relaxar tem muito da idéia de “colapso”. Song por outro lado implica um nível muito alto de alerta (atenção), sensibilidade e agilidade com uma atenção excessiva para a conservação da energia”.
Em termos práticos, como fazer uso de um conceito de difícil compreensão ? “Song requer a libertação de todos os tendões do corpo sem a mais leve tensão. Quando somos capazes de estar completamente Song, isto é afundar. Quando os tendões são libertados, então o corpo que eles mantém é capaz de afundar. Yang Zhenduo descreve o processo como duplo: “Falar sobre a palavra Song, ou estar solto, é importante porque existem muitos mal-entendidos sobre a palavra. Quando você fala sobre estar solto, ou Song, existem 2 partes sobre as quais a pessoa deveria pensar. Uma é espiritualmente e a outra é fisicamente”. Espiritualmente é estar totalmente relaxado e concentrar nos seus gestos e movimentos. Através disso, você fica livre de todos os outros pensamentos em sua mente e então você torna-se totalmente concentrado. Esta parte, a maioria das pessoas pode fazer. A outra parte é o Song físico, estar fisicamente solto. A maioria das pessoas não entende isso. Quando elas falam sobre estar solto, elas pensam que é muito mole. Se elas fazem tão mole quanto elas podem, os músculos e tudo torna-se sem energia. Este é o maior erro que uma pessoa comete praticando Tai Chi Chuan. Na prática do Tai Chi Chuan existe uma contradição: o externo parece leve, mas o interno é forte e eles são os opostos de um com o outro. Quando se fala sobre Song fisicamente, você deveria soltar seus ossos, juntas e tendões e fazê-los longos e externamente estendidos. Estenda-os. Aquele tipo de soltura criará energia. No exterior a pessoa parecerá ser muito leve e flexível, mas internamente será totalmente o oposto: duro como aço. Isto é o significado de Song na prática. Olhando as pessoas, não aqui, mas todas as pessoas do mundo, muitas cometem o maior engano não entendendo Song Corretamente”.
Fang Song é um elemento crucial da prática do Tai Chi Chuan, mas não deveria tornar-se a única preocupação do praticante. Estar solto é a mais importante ferramenta na prática do Tai Chi Chuan. Ela é a técnica, mas não a meta final. Algumas pessoas que não tem clareza deste ponto, quando elas praticam tornam-se moles. A prática correta é estar leve com vigor. A leveza não é do tipo que desaba ou torna-se leveza dentro da leveza. Fang Song é vigoroso, os músculos tornam-se vigorosos.
Como evitar os enganos de excessiva soltura e suavidade dentro da suavidade ? Através do uso da técnica complementar de Fang Kai para estender dentro do processo de relaxamento, misturar os elementos de relaxar e afundar com aqueles de alongar e abrir.

Fang Kai

Vários anos atrás em um seminário em San Antonio, Texas, Yang Laoshi ofereceu esta fascinante metáfora para Fang Kai, a ação de abrir e estender. Suponha que você tenha uma corrente enrolada no chão. Yang Laoshi pegou uma ponta, levantou o braço e girou a corrente acima de sua cabeça, fazendo um movimento circular extenso. Em um certo ponto todos os elos da corrente se tornaram estendidos em uma curva plana se separando e ainda permanecendo como parte da corrente.
Se nós aplicarmos esta imagem à ação de abrir e estender o corpo, existem vários importante elementos para descrever. Primeiro, o movimento da cintura gera a ação de abrir centrifugamente para fora. Ao invés de empurrar a estrutura usando a força muscular, as posturas são naturalmente alongadas. Segundo, a sequência correta de estender deveria proceder em um padrão circular, usando a curva do movimento da forma para estabelecer uma posição estendida.
Durante as aulas Yang Laoshi ilustra isto usando a seguinte sequência: “Sinta os dedos puxando a palma, a palma puxando o pulso, o pulso puxando o ante-braço, o ante-braço puxando os cotovelos, os cotovelos puxando os ombros, os ombros caindo e arredondando as costas. Dessa forma as posturas abertas e estendidas que caracterizam o Estilo Yang Tradicional de Tai Chi Chuan permanecem conectadas, não separadas.
O desafio é usar a força cinética em vez da força muscular para chegar na correta posição final. Para sentir a abertura das juntas, articulações, fibras e tendões deve-se usar um refinado tipo de força, caracterizado por uma integração dinamicamente equilibrada de Song e Kai.

Combinando Song e Kai

A frase, “Song Kai” é usada comumente em Chinês para descrever uma ação que representa uma situação de relaxar e expandir. Por exemplo, se você segura seu punho muito apertado e então abre a palma, você poderia dizer “Song Kai”. Se o céu está nublado e repentinamente clareia para revelar a paisagem ou talvez você esteja no meio da postura “Garça Branca abrindo as asas”, você poderia dizer para você mesmo “Song Kai”.
As ações da sequência do Tai Chi Chuan podem ser entendidas como o ciclo contínuo de soltar e estender e então soltar e estender e assim por diante. Quando a posição final de cada forma é expressada existe um momento pleno quando Song Kai chega à sua totalidade: uma expressão dinamicamente equilibrada de sensação de vigor e elasticidade no corpo que tem exatamente a mistura certa de relaxamento e extensão energética.
Considere Song Kai como elementos opostos do símbolo do Tai Chi. Dentro de cada um existe uma pequena expressão do outro. Enquanto você executa os movimentos que abrem e estendem, você consegue se sentir solto e relaxado ? Enquanto você afunda, você consegue se sentir expandido ? Nas posições finais você consegue utilizar totalmente cada técnica para balancear e refinar sua postura ?
No começo pode ser exatamente o momento mais curto em que você sente o equilíbrio do Song Kai. Meu primeiro professor costumava nos encorajar dizendo: “Entenda o sentimento! (Entenda o todo!)”. Então gradualmente, dia após dia, a sensação de equilíbrio se expande para outros movimentos e posturas até que sua prática toda se torne uma expressão maravilhosa do Tai Chi.

Texto de Dave Barrett
Publicado originalmente na Revista TAI CHI CHUAN – Número 4 – Dezembro 2000
Newsletter da Associação Internacional de Tai Chi Chuan Estilo Yang

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *